Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

Ex-bancário suspeito de desviar cerca de 460 mil euros de contas de clientes confessa crimes em tribunal

Arguido confessou os crimes parcialmente.
Paulo Jorge Duarte 6 de Dezembro de 2021 às 11:09
Tribunal
Tribunal FOTO: Getty
O suspeito de ter desviado cerca de 460 mil euros de contas de clientes, numa instituição bancária, em Estarreja, garantiu ao tribunal de Aveiro, ter feito os movimentos bancários com autorização dos titulares. Segundo o ex-bancário, justificou os movimentos como sendo empréstimos autorizados, em sistema de banca paralela, sem que os os beneficiários tivessem conhecimento da origem do dinheiro.

O arguido admitiu que movimentou quatro contas bancárias com conhecimento dos respetivos titulares. Segundo o homem, o dinheiro era usado para empréstimos particulares, mantendo dessa forma um esquema de banca paralela.

O arguido está acusado dos crimes de furto qualificado, falsificação de documento, falsidade informática agravado, acesso ilegítimo, abuso de confiança qualificado e branqueamento de capitais.

Os crimes foram cometidos entre fevereiro de 2012 e janeiro de 2015. O ex-bancário é suspeito de ter desviado o dinheiro dos clientes através de movimentações para contas, no mesmo banco, de familiares e amigos. Segundo a acusação do Ministério Público, o arguido emitiu cartões bancários, em nome das vítimas para usar em proveito próprio.
Ex-bancário Aveiro Estarreja crime lei e justiça tribunal
Ver comentários