Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Ex-recluso detido no Porto após raptar, violar e roubar mulher

Arguido, de 32 anos, está em liberdade desde junho. Vítima recebeu assistência médico-legal após fuga.
Lusa 27 de Setembro de 2021 às 18:30
Violação
Violação FOTO: Ricardo Cabral
Um homem de 32 anos, que terminou em junho uma pena de 12 anos por crimes contra a autodeterminação sexual e a propriedade, foi detido no domingo, no Porto por rapto, violação e roubo, revelou esta segunda-feira a Polícia Judiciária.

Em comunicado, a PJ relata que os factos sucederam na madrugada de domingo tendo o autor abordado a vítima na via pública, após o que a forçou a ir para uma zona devoluta e erma, onde "num ambiente de total pavor" e durante "duas horas a submeteu a diversas práticas sexuais, violando-a de forma repetida".

"Posteriormente, e antes de permitir a fuga da vítima, o autor dos factos apropriou-se dos montantes em numerário que a mesma tinha em sua posse", lê-se ainda na nota de imprensa.

A vítima recebeu depois assistência médico-legal, "tendo as diligências policiais imediatas desenvolvidas com o auxílio da PSP, e posterior recolha de prova, culminado com a detenção, fora de flagrante delito, do autor dos factos", acrescenta a informação daquela polícia de investigação.

Segundo a PJ, o detido, de 32 anos, encontra-se em liberdade desde junho após ter "cumprido 12 anos de pena de prisão por crimes contra a autodeterminação sexual e contra a propriedade".

O homem vai ser presente a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação tidas por adequadas, acrescenta o documento.

Ex-recluso Porto Polícia Judiciária PJ crime lei e justiça crime crimes sexuais polícia
Ver comentários