Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
1

"Faleceu a fazer o que mais amava na vida": Bombeiros de Óbidos lamentam morte do subchefe Carlos Antunes

Bombeiro de 52 anos morreu na sequência de um enfarte agudo de miocárdio.
Correio da Manhã 17 de Agosto de 2022 às 18:11
Carlos Antunes
Carlos Antunes FOTO: DR/Facebook
O Corpo de Bombeiros de Óbidos já reagiu à morte de Carlos Antunes, o bombeiro de 52 anos que morreu durante a tarde desta quarta-feira no combate às chamas nas Caldas da Rainha. O homem sofreu um enfarte agudo de miocárdio, foi assistido no local por colegas, mas não resistiu.

"Partiu um dos nossos, um dos melhores operacionais, um dos que mais disponibilidade dava ao Corpo de Bombeiros, um dos que estava sempre presente para ajudar e tantos, mas tantos incêndio ajudou a extinguir", diz a organização numa mensagem de pesar deixada na sua página do Facebook.

"Faleceu a fazer o que mais amava na vida", acrescentam. Carlos Antunes pertenceu ao corpo de Bombeiros de Óbidos durante os mais de 35 anos.

O Governo já emitiu uma nota de pesar onde afirma que recebeu com "muita tristeza a notícia da morte do bombeiro Carlos Antunes".
Bombeiros de Óbidos Carlos Antunes Corpo de Bombeiros de Óbridos Caldas da Rainha política autoridades locais
Ver comentários