Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

Gang nega intenção de matar durante ataque a tiro em Braga

Três homens são acusados de se terem deslocado ao bairro das Enguardas, a 18 de março de 2021, para "provocar desacatos".
Fátima Vilaça 25 de Janeiro de 2022 às 08:42
A carregar o vídeo ...
Gang nega intenção de matar durante ataque a tiro em Braga
"Só queríamos mostrar que não tínhamos medo. Não quisemos fazer mal a ninguém". Esta frase foi repetida ontem várias vezes, no Tribunal de Braga, por Henrique Marquês, um estudante de Desporto de 21 anos, que começou a ser julgado por, juntamente com outros dois arguidos, terem disparado contra três irmãos, numa luta de gangs, no Bairro das Enguardas.

Henrique e Rilker Almeida, de 25 anos, foram os únicos a falar. Davide Chilombo, 35 anos, membro do mesmo gang do Fujacal e preso por tráfico de droga, ficou em silêncio. O arguido, que tal como os comparsas responde por homicídio qualificado, tentado, foi por diversas vezes advertido pelo presidente do Coletivo de Juízes por perturbar o julgamento.

Os três homens são acusados de se terem deslocado ao bairro das Enguardas, a 18 de março de 2021, para "provocar desacatos". Diz a acusação, que após picharem uma parede e ao serem surpreendidos pelos moradores, dispararam na sua direção. As vítimas negam. "Se quisessem, matavam-nos."
Bairro das Enguardas Braga Henrique Marquês Tribunal de Braga crime lei e justiça crime leis
Ver comentários