Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

GNR detém homem de 36 anos suspeito de incêndio florestal em Alijó

A detenção eleva para 69 o número de suspeitos de incêndios florestais identificados em Vila Real em 2021.
Lusa 22 de Outubro de 2021 às 17:37
Fogo posto
Fogo posto FOTO: Direitos Reservados
Um homem de 36 anos foi detido esta sexta-feira pela GNR suspeito do crime de incêndio florestal, após dois focos de incêndio terem deflagrado relativamente próximos no concelho de Alijó, no distrito de Vila Real, divulgou aquela força policial.

Em comunicado, a GNR explicou que os militares do Posto Territorial de Alijó receberam um alerta para um incêndio florestal e que no local se depararam com dois focos de incêndio relativamente próximos.

"Com o reforço dos militares da Unidade de Emergência Proteção e Socorro (UEPS) apuraram a existência de um indivíduo nas proximidades, tendo de imediato sido realizadas diligências que permitiram intercetar e deter o suspeito", pode ler-se.

Segundo aquela força policial a rápida intervenção dos meios de combates permitiu controlar rapidamente o incêndio que consumiu uma área de cerca de 500 metros quadrados.

Durante a deflagração do incêndio foi colocado em risco uma área extensa de povoamentos florestais e propriedades agrícolas, destacou ainda.

A detenção do homem de 36 anos, que foi presente esta sexta-feira ao Tribunal de Alijó, eleva para 69 o número de suspeitos de incêndios florestais já identificados pelo Comendo Territorial da GNR de Vila Real em 2021, sendo que seis destes foram detidos em flagrante.

 

GNR Alijó acidentes e desastres Vila Real incêndios crime lei e justiça crime fogo posto polícia
Ver comentários