Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

GNR detém suspeita de furto de ouro a idosa em Vidigueira

Militares da Guarda apuraram a identidade da suspeita, que prestava apoio domiciliário à vítima.
Lusa 3 de Setembro de 2021 às 18:59
Militar da GNR junto ao carro patrulha
Militar da GNR junto ao carro patrulha FOTO: Pedro Catarino
Uma mulher, de 52 anos, foi detida pela GNR em Azambuja (Lisboa) por ser suspeita de furto de ouro a uma idosa, numa residência no concelho de Vidigueira (Beja), revelou esta sexta-feira aquela força de segurança.

Em comunicado enviado esta sexta-feira à agência Lusa, o Comando Territorial de Beja da GNR indicou que a mulher foi detida, na quarta-feira, por militares do Posto Territorial de Vidigueira, naquele distrito.

Contactada pela Lusa, fonte da GNR explicou que o furto foi realizado, na terça-feira, na casa de uma habitante, de 83 anos, de Vila de Frades, concelho de Vidigueira.

Na sequência da denúncia do furto, em que foram "subtraídas" diversas peças em ouro, os militares da Guarda apuraram a identidade da suspeita, que prestava apoio domiciliário à vítima, segundo o comunicado da GNR.

A presumível autora do crime, enquanto prestava esse apoio domiciliário, aproveitou-se da "vulnerabilidade" da idosa, tendo "furtado as peças de ouro existentes naquela residência".

Na sequência das diligências policiais, a GNR efetuou uma busca no domicílio da suspeita, localizado também em Vila de Frades, o que permitiu recuperar e apreender oito peças em ouro, assim como vários outros artigos, que terão entretanto sido "adquiridos após a venda de algumas peças de ouro, em Évora".

A suspeita acabou por ser detida no concelho de Azambuja, distrito de Lisboa, tendo os factos sido remetidos ao Tribunal Judicial de Cuba, no distrito de Beja.

Esta ação contou com o reforço do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) de Beja.

Azambuja Vidigueira crime lei e justiça polícia GNR
Ver comentários