Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

Homem vê mulher morrer em colisão brutal em Famalicão

Embate entre dois carros fere três adultos e três crianças.
Liliana Rodrigues 19 de Julho de 2021 às 01:30
A carregar o vídeo ...
Homem vê mulher morrer em colisão brutal em Famalicão
Armanda Rodrigues, de 55 anos, e o marido, de 60, seguiam ontem a caminho de um almoço familiar quando colidiram com um carro em que viajava um casal e três crianças, em Requião, Famalicão. O choque foi de tal forma violento que o Opel Corsa foi projetado para um campo de milho. Armanda teve morte imediata. O marido e os restantes cinco ocupantes do outro veículo, entre os quais um bebé de 7 meses e duas crianças de 4 e 8 anos, ficaram feridos sem gravidade e foram transportados ao hospital de Famalicão.

O violento acidente aconteceu na estrada de acesso ao nó de Seide da A7, na freguesia de Requião. O alerta foi dado poucos minutos antes das 13h00 e mobilizou vários meios das duas corporações de bombeiros voluntários de Famalicão e Famalicenses, e do INEM.

As causas do acidente mortal estão a ser apuradas pela GNR, cujos investigadores realizaram ontem durante mais de uma hora perícias no local.

No chão - uma extensa reta com boa visibilidade - há marcas evidentes de travagem do Opel Corsa, onde seguia a vítima mortal e que vivia em Joane, antes de embater no Golf em que seguia o casal, de 36 e 39 anos, e os três filhos.

O marido de Armanda Rodrigues conseguiu sair do veículo e subir o talude até à estrada. Foi encontrado pelos bombeiros a deambular pela berma, muito desorientado. Familiares da vítima mortal foram ao local do acidente, estranhando a demora do casal, e ficaram em choque com a tragédia.
Ver comentários