Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
5

Homicida de ex-namorada apanha 24 anos após ser absolvido

Vera Silva tinha 30 anos e deixou dois filhos.
Sofia Garcia 1 de Julho de 2021 às 08:38
A carregar o vídeo ...
Homicida de ex-namorada apanha 24 anos após ser absolvido
Cláudio Quintas, de 37 anos - em liberdade desde novembro de 2020 depois de ter sido ilibado do homicídio da ex-namorada, pelo Tribunal de Almada -, foi esta quarta-feira condenado pela Relação de Lisboa a 24 anos de cadeia.

O acórdão, a que o CM teve acesso, confirma que o homem matou à pancada Vera Silva, de 30 anos, a 10 de janeiro de 2019, em casa da empresária, no Monte da Caparica, em Almada. A decisão dos juízes desembargadores contraria o entendimento do coletivo de juízes de Almada que julgou o arguido e concluiu pela sua absolvição. Na leitura da primeira sentença, em novembro, a juíza afirmou que a única prova direta contra o homem - a presença de vestígios de ADN debaixo das unhas da vítima - era em quantidade "mínima" e "insuficiente" para culpar o ex-pugilista pela morte violenta da empresária.

O apartamento onde a vítima vivia com os dois filhos menores foi encontrado com vários vestígios de luta, sangue, cabelo e unhas. Após a decisão da primeira instância, a família de Vera recorreu para o Tribunal da Relação e está "aliviada" com a decisão do tribunal superior.
Ver comentários