Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

Imagem de Fátima em Lisboa

A imagem da Virgem da Capelinha das Aparições visita Lisboa no próximo dia 12 deste mês, penúltimo dia do Congresso Internacional para a Nova Evangelização, que começa hoje. É a nona saída da imagem do Santuário de Fátima e a terceira à capital portuguesa.
5 de Novembro de 2005 às 00:00
A imagem da Nossa Senhora de Fátima da Capelinha das Aparições só saiu oito vezes do santuário
A imagem da Nossa Senhora de Fátima da Capelinha das Aparições só saiu oito vezes do santuário FOTO: Luís Filipe Coito
A primeira viagem a Lisboa decorreu em Abril de 1942, para o encerramento de um congresso promovido pelo Conselho Nacional da Juventude Católica Feminina, e a segunda em Maio de 1959, por ocasião da inauguração do Monumento a Cristo Rei. No próximo sábado, a imagem estará presente numa procissão de velas, que percorrerá as principais artérias da cidade: Av. de Berna, Av. da República, Saldanha, Fontes Pereira de Melo, Marquês de Pombal, Av. da Liberdade e Restauradores, onde será feita a consagração de Lisboa à Virgem de Fátima. A coroa preciosa, onde foi incrustada a bala oferecida por João Paulo II, acompanha a imagem.
A procissão das velas é o momento alto de um congresso orientado para a reflexão e prática da nova evangelização. O objectivo é fazer regressar à Igreja os católicos que, por motivos vários, se afastaram, deixando de participar nas celebrações eucarísticas. A iniciativa reúne mil congressistas e centenas de voluntários das 290 paróquias da Diocese de Lisboa. Será uma semana de conferências e ateliês que se centram nos novos métodos e formas de anunciar Jesus Cristo.
Lisboa é a terceira cidade a acolher o evento. Primeiro foi Viena (2003), depois Paris (2004). Segue-se Bruxelas (2006) e Budapeste (2007).
Segundo o Patriarcado, 12 por cento da população alfacinha é católica praticante, ou seja, vai todos os domingos à missa. Mas são muitos mais os católicos que se consideram praticantes, embora não participem semanalmente na missa dominical.
Esta atitude, segundo o cardeal patriarca, D. José Policarpo, denuncia a “relativização progressiva do ‘preceito’ da obrigatoriedade da missa dominical”, um facto que “não pode ser descurado na pastoral evangelizadora”.
Alvo privilegiado da nova evangelização são, também, os baptizados não praticantes. “Muitos contactam a Igreja em momentos particularmente significativos, como o casamento, a morte e outros momentos de aflição. A acção pastoral junto destes ‘cristãos esquecidos’ exige da igreja uma reflexão criativa sobre atitudes e métodos. A igreja não nega sacramentos, mas tem o direito e o dever de ajudar a criar as atitudes de fé que permitam recebê-los com fruto”, considera ainda o cardeal.
ATELIÊS POR TODA A CIDADE
Apesar de ter como ponto central a zona de Belém (as conferências decorrem na Igreja dos Jerónimos), o Congresso Internacional para a Nova Evangelização abrange toda a cidade de Lisboa.
Em cada um dos dias serão organizadas manifestações culturais e debates públicos, além de iniciativas festivas, de caridade, espirituais e culturais, promovidas pelas paróquias, movimentos e comunidades cristãs. Neste contexto, os ateliês assumem-se como elemento essencial do programa do evento. Realizar-se-ão todas as tardes, durante os dias do Congresso, cerca de 40 ateliês em vários pontos da cidade, tendo como objectivo a reflexão sobre o anúncio de Cristo Vivo, abordado a partir de diferentes perspectivas.
Cada Ateliê terá entre 15 a 20 participantes, que debaterão temas que se cruzam necessariamente com a cultura das grandes cidades europeias: caridade, juventude, família, idosos, cidade e educação. Trata-se de um encontro entre todos os que procuram aprofundar o ‘sentido vivo da fé’. Alguns ateliês propostos por austríacos, franceses, belgas, húngaros e ingleses terão tradução para português.
RELÍQUIAS DE SANTA TERESINHA
Ao longo dos nove dias de congresso estarão patentes ao público, na Sé de Lisboa, as relíquias de Santa Teresa do Menino Jesus – ou simplesmente Santa Teresinha. “A proximidade física destas relíquias, através da urna que contém os seus restos mortais em relicário de ouro, revestido de vidro, sustentará o olhar da fé e moverá os corações”, pode ler-se numa Nota Pastoral saída da Conferência Episcopal Portuguesa.
“As relíquias mais preciosas que Teresa deixou são as palavras sábias e santas dos seus escritos espirituais”, acrescenta. Proclamada doutora da Igreja Católica em 1997 pelo papa João Paulo II, Santa Teressinha tem o estatuto de co-padroeira da Europa. Nascida em Alençon em 1873, desde jovem sentiu um apelo religioso e entrou para o Carmelo de Lisieux, onde escolheu viver em clausura, tendo-lhe sido atribuídos milagres ainda em vida. Faleceu de tuberculose em 1897 – tinha apenas 24 anos – e os seus restos mortais começaram a ser venerados por ser considerada santa pelo povo.
As relíquias da padroeira do Congresso para a Nova Evangelização têm um programa próprio durante toda a semana, que inclui diversas missas, meditações e orações, exposição em igrejas, a exibição de um filme de Alain Cavaliére na Cinemateca Portuguesa e conferências proferidas por diversos especialistas. Terminado o congresso, as relíquias de Santa Teresinha percorrerão o País.
BETHÂNIA E JOANNA NO SANTUÁRIO
Realiza-se amanhã, no Santuário da Fátima, a Missa da Esperança, que contará com a participação das cantoras brasileiras Maria Bethânia e Joanna. Por Portugal, participam Marco Paulo, Kátia Guerreiro e o padre António Maria.
São esperadas 60 mil pessoas no recinto da Cova da Iria, entre as quais o seleccionador nacional Luís Felipe Scolari. A missa será transmitida em directo pela RTP e RTP Internacional e divulgada pela Rede Globo de Televisão. A celebração, que se realiza pelo terceiro ano consecutivo, tem início às 11h00 e às 12h00 será rezado o Rosário na Capelinha das Aparições.
A Missa da Esperança é uma iniciativa do Conselho da Comunidade Luso-Brasileira, com o apoio do Instituto de Turismo de Portugal.
MOMENTOS ALTOS
ABERTURA
A abertura do Congresso realiza-se amanhã às 21h00, no Mosteiro dos Jerónimos. O cardeal patriarca fará uma intervenção e lerá uma mensagem do papa Bento XVI. Hoje, pelas 17h00, chegam à Sé de Lisboa as relíquias de Santa Teresinha.
JOVENS
A noite de sexta-feira, dia 11, é dedicada aos jovens e terá como palco o Rossio. Está prometida muita animação e um concerto onde vão actuar Lúcia Moniz, Francisco Rebelo de Andrade e Gaby Soner. A noite termina com uma vigília.
CARDEAIS
No dia 12 decorrerá uma mesa-redonda de cardeais. Estarão presentes, além de D. José Policarpo, os cardeais Lustiger (emérito de Paris), Erdom (Budapeste), Danneels (Bruxelas), Schonborn (Viena) e Vingt-trois (arcebispo de Paris).
Ver comentários