Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Incêndio em navio mata duas pessoas e coloca-o à deriva ao largo do Cabo Espichel

A carga, ácido benzeno e ácido fosfórico, estará segura e sem risco de fuga.
Sérgio A. Vitorino e Inês Freire 24 de Novembro de 2021 às 07:42
A carregar o vídeo ...
Dois homens morrem em incêndio em navio mercante ao largo do Cabo Espichel
Um incêndio na casa das máquinas do navio ‘Chemical Master’, a 50 km do Cabo Espichel, causou a morte de dois tripulantes, naturais da Índia, e deixou à deriva o navio - que fazia um frete de ácidos entre Haifa (Israel) e Amesterdão (Países Baixos).

O alerta foi dado na noite de segunda-feira. A Marinha enviou a corveta ‘António Enes’ para a área. Os 23 tripulantes conseguiram extinguir o fogo, mas a inalação de fumo deixou dois em situação crítica. Retirados do navio por um héli da Força Aérea, com o INEM a bordo, morreram à chegada a Lisboa.


O navio de 134 metros ficou sem propulsão e à deriva. É vigiado pela corveta, uma vez que está num corredor de navegação atravessado por 400 navios por dia. A carga, ácido benzeno e ácido fosfórico, estará segura e sem risco de fuga. O armador contratou um rebocador - saiu de Lisboa e, pelas 17h, chegou ao ‘Chemical Master’ - e o navio com bandeira de Malta será rebocado para reparações no Porto de Lisboa, onde ficará fundeado.

Será inspecionado pela Autoridade Marítima antes de entrar em mar territorial de Portugal e à entrada da barra.
Ver comentários