Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Indemnização de 269 mil euros às famílias de vítimas colhidas por comboio em Barcelos

Tribunal deu como provado que as cancelas estavam fechadas e os sinais luminosos no vermelho.
Correio da Manhã 27 de Outubro de 2021 às 08:22
Luana Rodrigues tinha 10 anos
Gracinda era avó e tinha 65 anos
Ernesto Rocha conduzia o carro. Tinha 71 anos
Luana Rodrigues tinha 10 anos
Gracinda era avó e tinha 65 anos
Ernesto Rocha conduzia o carro. Tinha 71 anos
Luana Rodrigues tinha 10 anos
Gracinda era avó e tinha 65 anos
Ernesto Rocha conduzia o carro. Tinha 71 anos
O Tribunal da Relação de Guimarães fixou em 269 800 euros a indemnização a pagar às famílias das vítimas pela seguradora de um automóvel colhido por um comboio em Barcelos, numa passagem de nível que tinha as cancelas fechadas.

O acidente, em junho de 2019, em Carapeços, Barcelos, resultou na morte de três pessoas: Luana Rodrigues, de 10 anos, da sua avó, Gracinda Fernandes, de 65, e do condutor, Ernesto Rocha, de 71 anos.

O tribunal deu como provado que as cancelas estavam fechadas e os sinais luminosos no vermelho, mas mesmo assim o automóvel "não deteve a marcha" e "invadiu os trilhos da linha férrea". Deu igualmente como provado que a passagem, na EN204, estava dotada de sinalização vertical.
Barcelos Tribunal da Relação de Guimarães economia negócios e finanças transportes transporte ferroviário
Ver comentários