Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

Já morreram 19 condutores nas estradas do Algarve desde o início do ano

Só em setembro houve três vítimas mortais, uma delas foi um jovem de 16 anos.
Ana Palma 12 de Outubro de 2020 às 09:04
Acidente em Albufeira fez 2 mortos
Júlio Pacheco morreu atropelado
Angel Vieira não sobreviveu a despiste
Acidente em Albufeira fez 2 mortos
Júlio Pacheco morreu atropelado
Angel Vieira não sobreviveu a despiste
Acidente em Albufeira fez 2 mortos
Júlio Pacheco morreu atropelado
Angel Vieira não sobreviveu a despiste
Desde o início deste ano já morreram, nas estradas algarvias, 19 condutores. A última vítima mortal foi um homem de 88 anos, Júlio Pacheco, de Odeceixe, que foi atropelado na EN120, em Maria Vinagre, Aljezur, por uma viatura ligeira conduzida por uma cidadã alemã. O acidente ocorreu quinta-feira à tarde, depois de a vítima ter ido pagar uns pneus a uma oficina existente no local. Estava a atravessar a estrada para voltar ao seu carro quando foi atropelado.

Durante o mês de setembro tinham morrido mais três pessoas. No dia 22 desse mês, um violento acidente na zona de Fontainhas, Albufeira, causou dois mortos e um ferido grave. Tratou-se de uma colisão frontal. Uma das vítimas mortais, um homem de 44 anos, já tinha sofrido um acidente grave que o deixou paraplégico. O outro morto, um brasileiro de 45 anos, ia noutro carro, que circulava em sentido contrário, com o filho, de 20 anos.

O mês de setembro começou, aliás, de forma trágica, com o despiste de um viatura ligeira, em Faro, a causar a morte de um jovem de 16 anos, Angel Vieira.

No carro seguiam mais quatro jovens, entre os 16 e os 17 anos. Estas quatro mortes juntam-se às 15 registadas pela Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária até finais de agosto.

Os feridos graves foram 103 e os ligeiros 1084, num total de 994 acidentes naquele período. No balanço global, houve uma redução de cerca de 30% da sinistralidade relativamente a igual período de 2019.
Ver comentários