Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
1

Jovens acusados de homicídio e profanação de cadáver no caso da morte de Lucas Miranda

Restos mortais foram encontrados cinco meses depois da sua morte, no fundo de um poço seco nos arredores de Setúbal.
Miguel Curado 19 de Maio de 2022 às 15:48
Lucas Miranda tinha 15 anos
Vítima foi atirada para este poço ainda com vida e acabou por morrer por afogamento pois não conseguia sair da água
Lucas Miranda tinha 15 anos
Vítima foi atirada para este poço ainda com vida e acabou por morrer por afogamento pois não conseguia sair da água
Lucas Miranda tinha 15 anos
Vítima foi atirada para este poço ainda com vida e acabou por morrer por afogamento pois não conseguia sair da água

Dois jovens, de 17 e 18 anos, foram acusados pelo Ministério Público de Setúbal dos crimes de homicídio qualificado e profanação de cadáver de outro jovem, morto em outubro de 2020 após ter fugido de um centro de acolhimento onde estava institucionalizado, juntamente com os homicidas.

Segundo o despacho de acusação, os arguidos foram responsáveis pela morte da vítima (falecida com apenas 15 anos, graças a um golpe mata-leão feito pelos dois acusados, que depois enforcaram o corpo numa árvore), e ainda pela ocultação do corpo. Os restos mortais de Lucas Miranda, a vítima, foram encontrados cinco meses depois da sua morte, no fundo de um poço seco nos arredores de Setúbal.

O Ministério Público acusou ainda os dois arguidos pelos crimes de ameaça agravada, maus tratos de animal de companhia, e ofensa à integridade física simples.

Ver comentários
}