Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

Juiz negacionista da pandemia entregou contestação ao processo disciplinar

Inspetor responsável pelo caso considera que magistrado teve conduta que "se mostra prejudicial e incompatível com o prestígio e a dignidade da função judicial".
Lusa 16 de Junho de 2021 às 17:33
Polémico juiz negacionista
Polémico juiz negacionista FOTO: Direitos reservados
O juiz Rui Fonseca e Castro, suspenso de funções por posições negacionistas sobre o uso de máscaras e apelos ao incumprimento das medidas de confinamento em pandemia, entregou esta quarta-feira ao Conselho da Magistratura a contestação ao processo disciplinar.

Fonte oficial do Conselho Superior da Magistratura (CSM) adiantou aos jornalistas que Rui Fonseca e Castro, colocado no tribunal de Odemira, entregou a contestação ao processo disciplinar aberto pelo órgão de disciplina e gestão dos juízes que, antecipadamente, determinou a sua suspensão preventiva cujo prazo é de 180 dias, terminando em setembro.

O inspetor responsável pelo caso justificou, em março, que o juiz ao manifestar publicamente posições negacionistas sobre a pandemia de covid-19 e incentivar o incumprimento de regras nos períodos de confinamento, teve uma conduta que "se mostra prejudicial e incompatível com o prestígio e a dignidade da função judicial".

Ver comentários