Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

Mais de 167 mil portugueses querem juiz Ivo Rosa afastado da magistratura após decisão no caso Marquês

Petição acusa juiz de parcialidade no processo e alega "erros judiciais lesivos ao Estado e à Nação Portuguesa".
Correio da Manhã 12 de Abril de 2021 às 08:49
Ivo Rosa, juiz de instrução criminal da Operação Marquês
Ivo Rosa, juiz de instrução criminal da Operação Marquês FOTO: David Martins
Menos de três dias após a decisão que deixou Portugal em suspenso sobre o caso Marquês, o juiz Ivo Rosa está a ser fortemente contestado.

A petição pública que pede o afastamento do juiz Ivo Rosa criada após a decisão instrutória ter sido anunciada, que fez cair 25 crimes de que Sócrates estava acusado, conta já com mais de 167 mil assinaturas e o número continua a aumentar rapidamente a cada minuto que passa.

O autor da petição dirige-a ao Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, ao Provedor de Justiça e ao presidente do Supremo Tribunal de Justiça e acusa o magistrado de parcialidade e "erros judiciais lesivos ao Estado e à Nação Portuguesa".

"A conduta do Sr. Juiz Ivo Rosas já foi várias vezes posta em causa por parte do MP, por este sistematicamente violar as Leis, e criticado por Juízes desembargadores sobre decisões tomadas", defende o documento.

Ainda este domingo, dezenas de carros juntaram-se no centro de Lisboa num 'buzinão' contra o juiz e contra a corrupção em Portugal.

O antigo primeiro-ministro José Sócrates irá a julgamento acusado de seis crimes, em vez dos 31 iniciais, três de branqueamento de capitais e três de falsificação.
Ver comentários