Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Marcelo Rebelo de Sousa lamenta morte de bombeira que era "exemplo nacional de altruísmo"

Presidente da República salienta que "mesmo fora de serviço, a bombeira Catarina Pedro não hesitou em ajudar o seu próximo".
Lusa 4 de Julho de 2021 às 17:29
Presidente mostra preocupação
Presidente mostra preocupação FOTO: Tiago Sousa Dias
O Presidente da República lamentou este domingo a morte da bombeira voluntária de Carnaxide que morreu no sábado, quando prestava auxílio a vítimas de uma acidente de viação, considerando-a "um exemplo nacional de generosidade e altruísmo".

"Foi com profunda consternação que o Presidente da República tomou conhecimento da morte da bombeira Catarina Pedro, pertencente ao Corpo de Bombeiros Voluntários de Carnaxide e que foi vítima de atropelamento, no dia 3 de julho [sábado], quando fora de serviço, prestava auxílio a intervenientes em acidente de viação na Autoestrada 5, em Oeiras", refere uma nota divulgada na página da Presidência na internet.

Marcelo Rebelo de Sousa salienta que "mesmo fora de serviço, a bombeira Catarina Pedro não hesitou em ajudar o seu próximo, sendo um exemplo nacional de generosidade e altruísmo".

"O Presidente da República endereça as condolências à família da Bombeira Catarina Pedro, as quais são extensíveis aos seus amigos, bem como a todos os elementos da Associação dos Bombeiros Voluntários de Carnaxide", acrescenta a nota.

Também o ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, emitiu uma nota de pesar a lamentar a morte da bombeira voluntária de Carnaxide, quando prestava auxílio a vítimas de um acidente fora de serviço.

Em seu nome pessoal e do Governo, o ministro endereçou "as mais sentidas condolências à família, amigos, ao Corpo de Bombeiros, à Associação Humanitária de Bombeiros de Carnaxide e aos Bombeiros de Portugal".

Também os Bombeiros Voluntários de Carnaxide, onde a vítima prestava serviço, na sua página de Facebook, afirmam ser com "enorme tristeza" que comunicam a morte da colega, "vítima de acidente de viação", no sábado, "quando prestava auxílio a outro condutor".

"Deixou-nos a fazer o que mais gostava: ajudar o próximo", lê-se na mensagem.

A União de Freguesias de Carnaxide e Queijas associa-se ao luto, com votos de "muita força a toda a corporação dos Bombeiros Voluntários de Carnaxide", também na sua página de Facebook.

Ver comentários