Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

Megalancha da GNR que ficou encalhada em Cascais não sofreu danos graves

GNR mantém inquérito “para apuramento das causas e circunstâncias” em que ocorreu o incidente.
Sérgio A. Vitorino 3 de Setembro de 2021 às 08:56
Lancha Bojador ficou encalhada
Lancha Bojador ficou encalhada
A GNR afirmou esta quinta-feira que a sua megalancha Bojador, que quarta-feira encalhou num baixio de lajes de pedra e areia, entre as praias de Carcavelos e da Parede, em Cascais, não terá sofrido “danos estruturais”.

Foi removida, pelas 22h30, com a subida da maré e rebocada para uma doca em Lisboa. “Haverá agora lugar a uma avaliação do estado da embarcação”, afirma a GNR, mantendo um inquérito “para apuramento das causas e circunstâncias”.

Tal como o CM noticiou esta quinta-feira, a Bojador, inaugurada em maio, de 35 metros e três motores de 1600 cavalos, ficou assente sobre as pedras e areia, pelas 14h30. Averigua-se agora se se tratou de um erro grosseiro dos sete tripulantes (agravado pelo nevoeiro) ou uma falha menos provável de máquinas.

Ver comentários