Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

MP acusa administrador de insolvência de se apropriar de quase meio milhão de euros

Arguido apropriou-se de quantias monetárias pertencentes a duas massas insolventes.
Lusa 16 de Junho de 2021 às 13:13
Tribunal
Tribunal
O Ministério Público (MP) de Aveiro deduziu acusação contra um administrador de insolvência suspeito de se ter apropriado de quase 500 mil euros que pertenciam a duas massas insolventes, informou esta quarta-feira a Procuradoria-Geral Regional do Porto (PGR-P).

Segundo uma nota publicada na página da Internet da PGR-P, por despacho proferido no dia 20 de abril, o MP deduziu acusação contra um arguido, administrador de insolvência, imputando-lhe a prática de dois crimes de peculato.

O MP considerou indiciado que, no período compreendido entre março de 2015 e fevereiro de 2017, o arguido apropriou-se de quantias monetárias pertencentes a duas massas insolventes, num total de 495.058,56 euros, em dois processos que correram termos nos Juízos de Comércio de Coimbra e de Lisboa.

"Para além da condenação criminal, foi igualmente formulado um pedido de declaração de perda a favor do Estado da vantagem obtida pelo arguido com a prática criminosa, no aludido montante", refere a mesma nota.

PGR-P Ministério Público Aveiro Procuradoria-Geral Regional do Porto crime lei e justiça tribunal
Ver comentários