Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Mulher atacada com ferro por vizinho violento em Paços de Ferreira

Marido da vítima saiu em socorro e também foi alvo da fúria.
Nelson Rodrigues 4 de Outubro de 2020 às 09:39
Justiça
Justiça FOTO: Getty Images
Desavindo com uma vizinha, o homem, de 46 anos, resolveu acertar contas com ela. Na noite de 2 de agosto de 2018, ao vê-la na rua, decidiu atacá-la. Retirou-lhe uma mangueira das mãos e começou a molhá-la. Empurrou-a depois para o chão, desferindo-lhe diversos pontapés por todo o corpo. A cambalear, a mulher ainda se conseguiu levantar, mas o agressor pegou num ferro e, mesmo à entrada da casa dela, em Meixomil, Paços de Ferreira, desferiu-lhe uma violenta pancada com um ferro na cabeça.

O marido acabou por ouvir os gritos de desespero da mulher e tentou salvá-la. Mas foi também alvo da fúria do vizinho, que o atingiu com o mesmo ferro numa mão. "Não vales nada. Se eu tiver que matar, mato. Ainda vamos falar. Corto-te o pescoço", disse ainda o arguido à vizinha, que foi hospitalizada, refere a acusação. O agressor responde por dois crimes de ofensas à integridade física e ameaça agravada. Será julgado no Tribunal de Penafiel.

Mas estes não são os únicos crimes pelos quais está acusado. O Ministério Público imputa-lhe ainda outros dois ilícitos: resistência e coação sobre funcionário e injúria agravada. Em causa, o facto de ter resistido quando ia ser algemado pela patrulha da GNR que foi ao local. "Leve-me preso! Bata-me! Quando for preso vou de vez. Já estive preso em muitas cadeias, não tenho medo de ser preso. Anda, mano a mano, que parto-te todo", lê-se no processo. O arguido aguarda o julgamento em liberdade.
Ver comentários