Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
1

Mulher suspeita de ter creche ilegal no Montijo fica com termo de identidade e residência

Na busca à creche, as autoridades apreenderam 159 doses de haxixe, um tabuleiro, uma faca com lâmina, uma balança, uma tábua de corte, um cachimbo e duas caixas metálicas.
Lusa 23 de Julho de 2021 às 16:17
Creche Montijo Droga
Creche Montijo Droga FOTO: CMTV
A mulher suspeita do crime de tráfico de droga e de possuir uma creche ilegal no concelho do Montijo ficou sujeita à medida de coação de termo de identidade e residência, disse esta sexta-feira à agência Lusa fonte policial.

Numa resposta escrita enviada à Lusa, fonte do Comando Distrital da PSP de Setúbal, adiantou que, após ser ouvida pelo Tribunal do Montijo, a mulher, de 20 anos, ficou sujeita à medida de coação penal mais leve e também que "o processo baixou para inquérito".

Na quinta-feira, a PSP de Setúbal deu conta que foram identificados 13 menores, entre os 18 meses e os 9 anos, num edifício precário que servia de creche ilegal, no Montijo, e detiveram uma mulher, em flagrante delito, pelo crime de tráfico de droga, mais concretamente de haxixe.

"Considerando a situação de tráfico de estupefacientes, verificou-se que as crianças ali existentes estavam em risco pelo que [...] se procedeu à retirada dos 11 menores, os quais foram entregues aos seus progenitores. Dois dos menores eram familiares da locatária, pertencendo àquele seio familiar", explicou a PSP.

Na busca domiciliária, as autoridades apreenderam 159 doses de haxixe, um tabuleiro, uma faca com lâmina, uma balança, uma tábua de corte, um cachimbo e duas caixas metálicas.

Montijo Comando Distrital da PSP de Setúbal Lusa crime lei e justiça polícia questões sociais dependência
Ver comentários