Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

"O que posso dizer é que fui tramado", diz homem acusado de matar rival em Gaia

Segundo a acusação, Ilídio matou o homem devido a uma obsessão que tinha por uma mulher mais nova.
Ana Silva Monteiro 28 de Outubro de 2021 às 09:21
Ilídio Gomes em tribunal
Ilídio Gomes em tribunal FOTO: Marc Ricardo Silva
Ilídio Gomes, de 54 anos, negou esta quarta-feira no Tribunal de Vila Nova de Gaia ter matado um homem em junho de 2019, em Arcozelo, Gaia. O arguido acredita que quem matou Augusto Correia o tentou incriminar. “O que posso dizer é que fui tramado e não matei ninguém”, disse.

Segundo a acusação, Ilídio matou o homem devido a uma obsessão que tinha por uma mulher mais nova. A vítima suspeitava que o padrasto dessa mulher tinha cometido um furto e ameaçou denunciá-lo. Para o silenciar, Ilídio matou-o e depois ateou-lhe fogo.
Gaia Tribunal de Vila Nova de Gaia Ilídio Gomes Arcozelo Augusto Correia crime lei e justiça
Ver comentários