Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

Pelo menos 11 cães morrem abandonados num hotel canino em Mafra

Proprietária do espaço, que deixou os animais sozinhos, entregou-se à GNR.
Lusa 5 de Agosto de 2021 às 20:05
A carregar o vídeo ...
Pelo menos 11 cães morrem abandonados num hotel canino em Mafra

Onze cães foram encontrados mortos num hotel canino, em Mafra, onde terão ficado abandonados vários dias na sequência do desaparecimento da proprietária do espaço, encontrada dias depois pela GNR.

O alerta para o desaparecimento de proprietária do hotel canino Bosque dos Pimpões foi dado na quinta-feira, mas, de acordo com o comandante da GNR de Torres Vedras, capitão Póvoa, "os animais poderiam já ter sido abandonados há mais dias, sendo que onze já se encontravam mortos e vários outros visivelmente famintos e debilitados".

Segundo o mesmo responsável, entre os cães que se encontravam vivos "dois foram devolvidos aos proprietários e outros dois entregues ao Canil Municipal de Mafra".

Os animais foram encontrados pelos militares quando se dirigiram à propriedade para averiguar o desaparecimento da mulher, que "acabou por ser encontrada no domingo, dentro de uma viatura e em estado muito debilitado", explicou o comandante à Lusa.

A mulher "foi transportada ao hospital" e posteriormente "entregue ao cuidado de familiares, uma vez que a residência não reunia condições de habitabilidade e de higiene, após a remoção dos cadáveres dos animais".

A situação foi também denunciada pela Associação de Defesa e Proteção dos Animais - Adoromimos, que na rede social Facebook publicou um esclarecimento sobre o espaço que alegadamente funcionava também como local de abrigo para cães recolhidos das ruas, enquanto aguardavam adoção.

A Adoromimos informa ter tido conhecimento de que "na passada quinta-feira, dia 29 de julho, a responsável do hotel Bosque dos Pimpões abandonou o espaço, sendo que no local ficaram vários animais".

A associação garante não ser "conivente com esta situação" e que tudo fará "para que seja feita justiça em nome dos animais que desapareceram".

O caso já foi reportado ao Ministério Público.

Mafra GNR Correio da Manhã interesse humano animais questões sociais
Ver comentários