Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

PJ já abriu 216 inquéritos crime relacionados com vacinação Covid-19 indevida

Foram constituídos mais de 50 arguidos, estando em causa crimes de recebimento indevido de vantagem, abuso de poder, peculato, apropriação ilegítima ou abuso de confiança.
Correio da Manhã 25 de Junho de 2021 às 16:01
Vacina contra a Covid
Vacina contra a Covid FOTO: Getty Images

A Polícia Judiciária já abriu, até ao momento, 216 inquéritos crime em casos de suspeitas de desvios ou fraudes no processo de vacinação contra a Covid-19.

Em comunicado, enviado esta sexta-feira, em que a PJ faz o balanço dos casos relacionados com a vacinação indevida, e após vir a público que a 'task force' fez queixa à Judiciária relativamente ao escândalo de vacinação de jovens com 18 anos no Porto, é indicado que "há cerca de trinta cujas investigações desenvolvidas pela Polícia Judiciária foram já concluídos e assim remetidos aos respetivos titulares".

Informa ainda a PJ e a Procuradoria-Geral da República  que, nestas investigações, foram constituídos mais de 50 arguidos, suspeitos de vários crimes, entre os quais recebimento indevido de vantagem, abuso de poder, peculato, apropriação ilegítima ou abuso de confiança.

"As investigações prosseguem, sob a tutela do Ministério Público, coadjuvado pela Polícia Judiciária", termina a PJ.

Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus - Mapa da situação em Portugal e no Mundo. - Saiba como colocar e retirar máscara e luvas - Aprenda a fazer a sua máscara em casa - Cuidados a ter quando recebe uma encomenda em casa. - Dúvidas sobre coronavírus respondidas por um médico Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24
Covid-19 PJ Polícia Judiciária crime lei e justiça justiça e direitos crime vacina vacinação Covid-19
Ver comentários