Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

Prisão preventiva para homem detido em Matosinhos por violência doméstica

Acusado perseguia a ex-companheira, chegando a existir agressões físicas na via pública.
Lusa 1 de Outubro de 2021 às 18:26
GNR
GNR FOTO: CMTV
Um homem de 33 anos, com antecedentes criminais, foi colocado em prisão preventiva no Porto acusado de violência doméstica sobre a ex-namorada, de 23 anos, de quem estava separado desde o final de 2020, revelou esta sexta-feira a GNR.

Na origem da detenção verificada quinta-feira em Matosinhos, estão suspeitas de que "terá agredido, injuriado e ameaçado de morte a vítima, a sua ex-namorada de 23 anos, com quem manteve uma relação de namoro, que terminou no fim do ano de 2020", relata o comunicado da Guarda.

Segundo a GNR, o suspeito "não aceitou o fim da relação e insistiu em manter o contacto pessoal e telefónico contra a vontade da vítima", tendo ao longo de setembro ocorrido "uma escalada de violência psicológica, injúrias reiteradas e ameaças de morte, perseguição e controlo da vida privada da vítima".

Neste contexto, lê-se na nota de imprensa, o acusado "vigiou e seguiu a vítima até à sua residência, ao local de trabalho e a outros locais frequentados pela mesma, chegando a existir agressões físicas na via pública".

O comunicado revela ainda que o homem tem "antecedentes criminais por tráfico de estupefacientes".

Ainda na quinta-feira, o homem foi sujeito a primeiro interrogatório judicial no Tribunal de Instrução Criminal de Matosinhos, onde lhe foi aplicada a medida de coação de prisão preventiva que cumpre no Estabelecimento Prisional do Porto, em Custoias.

Matosinhos GNR Porto crime lei e justiça crime
Ver comentários