Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
5

Problema elétrico na origem de fogo em restaurante em Faro

Incêndio deflagrou na noite de 2 de março.
Rui Pando Gomes 26 de Abril de 2021 às 08:59
Incêndio consumiu o restaurante
Incêndio consumiu o restaurante FOTO: JORGE RICO/lusa

O incêndio que destruiu o restaurante Estaminé, na ilha Deserta, em Faro, ocorreu de forma acidental, apurou o CM. Foi esta a conclusão a que chegou a PJ, que foi chamada a investigar o fogo que deflagrou na noite de 2 de março.

O estabelecimento é o único na ilha e encerrou em janeiro devido à pandemia. Estava em obras de remodelação, mas não havia operários no local quando o incêndio deflagrou, pelas 22h45. Os investigadores da PJ realizaram diversas perícias aos escombros, tendo os resultados afastado a hipótese de crime. A PJ acredita que o incêndio teve origem num curto-circuito em cabos dos painéis solares que forneciam energia ao estabelecimento, que alastrou violentamente porque é todo construído em madeira.

Os trabalhos de remoção dos escombros decorrem com a ajuda de toda a equipa da empresa Animaris, que gere o estabelecimento e que tem a seu cargo 33 funcionários. Os responsáveis preveem que a reabertura possa acontecer em julho. A estrutura será idêntica à anterior para respeitar a paisagem e a natureza envolvente.

Ver comentários