Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

PSP e GNR seguram réveillon

Estimados quase um milhão de participantes em Lisboa, Porto e Algarve. Polícias confirmam plano antiterrorista.
Miguel Curado e Rui Pando Gomes 31 de Dezembro de 2019 às 01:30
A carregar o vídeo ...
PSP e GNR seguram réveillon
As festas de Passagem de Ano em Lisboa, Porto, e Algarve (com destaque para o Réveillon de Albufeira, onde estarão cerca de 100 mil pessoas), têm esta terça-feira uma adesão prevista de cerca de 900 mil pessoas. A PSP (que garante a segurança na capital e na Invicta), e a GNR (que vigiará a Passagem de Ano em Albufeira), vão mobilizar as respetivas unidades especiais, e não negam a preocupação com os atentados terroristas.

Em Lisboa, a PSP vai tratar o Terreiro do Paço como "um recinto fechado". A subintendente Sofia Gordinho, comandante do policiamento, confirmou, tal como o CM já tinha noticiado, a colocação de blocos de cimento para impedir o ataque de viaturas, e ainda o recurso à videovigilância. "Serão feitos dois perímetros de segurança. Um externo, com proibição de trânsito a partir das 17h00 desde a zona do Rossio, e ainda na Avenida 24 de Julho, Cais do Sodré e Santa Apolónia, e o outro interno ao recinto, com 9 pontos de revista de entradas e saídas", explicou.

No recinto, não vão entrar garrafas e copos de vidro, chapéus de chuva com hastes compridas, megafones, mochilas de tamanho superior a folhas A3, apontadores laser, ‘selfie sticks’ e buzinas de ar comprimido. A PSP apreenderá qualquer destes artigos. Sofia Gordinho prometeu também o empenhamento de meios da Unidade Especial de Polícia, nomeadamente binómios cinotécnicos e Corpo de Intervenção.

No Porto, a maior festa prevê-se para a Avenida dos Aliados, e o esquema de policiamento será parecido. À semelhança de Lisboa, prevê-se a participação de cerca de 200 mil pessoas. Já no Algarve, as autoridades estimam a chegada de cerca de meio milhão de pessoas para festas de Passagem de Ano, públicas e privadas. A maior concentração de massas será em Albufeira, no habitual recinto da Praia dos Pescadores. A GNR local, com o apoio da Unidade de Intervenção, vai vigiar os participantes, com ruas cortadas em toda a baixa da cidade.

Surpresa nos Aliados na hora da contagem
A Câmara do Porto tem preparada uma surpresa para todos os presentes nos Aliados. O mistério será revelado na altura do ‘countdown’.

Recinto em Lisboa abre às 19h00
O recinto do Terreiro do Paço abrirá ao público às 19h00. Aconselha-se a deslocação com antecedência devido às revistas policiais.

PORMENORES
Fogo de artifício
A subintendente Sofia Gordinho, comandante do policiamento no Terreiro do Paço, Lisboa, recomendou que os participantes se espalhem pela Avenida da Ribeira das Naus para verem o fogo de artifício.

Revistas de pessoas
Os pontos de revista no recinto do Terreiro do Paço vão ser montados pela PSP junto à Agência Europeia Marítima, Cais do Sodré, praça Duque da Terceira, rua do Arsenal, rua do Ouro, rua Augusta, rua da Prata e rua dos Fanqueiros.

Operações de trânsito
O comissário Luís Gancho, da Divisão de Trânsito da PSP de Lisboa, disse que serão montadas operações de fiscalização de trânsito em várias zonas da capital.

Reforço de transportes
O mesmo responsável garantiu o reforço de transportes públicos para o recinto, e de saída do mesmo, durante o Réveillon. Haverá autocarros e Metro.

Fogo de artifício
O fogo de artifício que vai celebrar a entrada em 2020 tem a duração prevista de 16 minutos. O mesmo irá ser lançado entre o rio Tejo e o Terreiro do Paço.

Natal e Ano Novo
A GNR revelou ontem que 9 pessoas morreram e 618 ficaram feridas na sequência dos 2262 acidentes ocorridos entre o passado dia 20 e ontem. Já a PSP, entre os dias 22 e 29 deste mês, registou dois mortos e 303 feridos, em 1129 acidentes.
Ver comentários