Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

PSP promove Estatuto do Cuidador Informal em todo o país

Ações de sensibilização pretendem sinalizar e apoiar potenciais cuidadores.
Lusa 21 de Outubro de 2021 às 13:16
Cuidadores Informais participaram num projeto-piloto durante um ano, mas desde maio que processo não avança
Cuidadores Informais participaram num projeto-piloto durante um ano, mas desde maio que processo não avança FOTO: Mariline Alves
A PSP vai promover ações de sensibilização no âmbito do Estatuto do Cuidador Informal em todo o país, como sinalizar e apoiar potenciais cuidadores, segundo um protocolo hoje celebrado entre esta polícia e o Instituto de Segurança Social.

Num comunicado conjunto, o Instituto de Segurança Social (ISS) e a Polícia de Segurança Pública (PSP) referem que assinaram hoje um protocolo de colaboração para a divulgação do Estatuto do Cuidador Informal.

Com este protocolo, a PSP vai sinalizar potenciais cuidadores informais, apoiar potenciais cuidadores na instrução do processo de requerimento.

Contribuir para o desenvolvimento das ações previstas no Plano de Intervenção Específico em vigor para cada cuidador informal e integrar na operação "Solidariedade Não Tem Idade", questões relativas à identificação e caracterização sumária de cuidadores são outras ações que a PSP vai desenvolver em todo o país.

A PSP vai ainda divulgar junto de potenciais cuidadores o programa "Estou Aqui Adultos" como medida específica de autoproteção para a população idosa.

Em comunicado, as duas entidades referem que, por intermédio deste protocolo, o ISS passará a ser parceiro da PSP na informação às famílias sobre a disponibilidade e funcionamento do projeto "Estou Aqui Adultos", existente desde 2015 e que já abrange mais de 10.000 pessoas, com 3.160 pulseiras presentemente ativas.

A cerimónia de assinatura contou com a presença do presidente do conselho diretivo do ISS, Rui Fiolhais, e diretor nacional da PSP, Manuel Magina da Silva.

"Com o trabalho de proximidade desenvolvido junto das populações, a PSP será um parceiro privilegiado para a divulgação do Estatuto do Cuidador Informal e das medidas de apoio disponíveis aos cuidadores, em todo o país", lê-se ainda no comunicado.

CMP // JMR

Lusa/fim

PSP Instituto de Segurança Social ISS saúde questões sociais assistência prolongada
Ver comentários