Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Pulseira eletrónica para homem de 54 anos em Penafiel por violência doméstica

Agressor exercia violência física e psicológica contra a esposa, com quem estava casado há 30 anos.
Lusa 20 de Setembro de 2021 às 17:56
Pulseira eletrónica permite vigiar
Pulseira eletrónica permite vigiar FOTO: Getty Images
Um homem de 54 anos detido por violência doméstica, no concelho de Penafiel, distrito do Porto vai ser controlado por vigilância eletrónica, informou esta segunda-feira fonte da GNR.

Em comunicado, fonte policial indicou que, no âmbito de uma investigação por violência doméstica, os militares apuraram que o agressor exercia violência física e psicológica contra a vítima, a esposa, de 51 anos, com quem estava casado há 30 anos.

"Os episódios de violência surgiram quando o agressor começou a consumir bebidas alcoólicas em excesso, há cerca de três anos. No último episódio de violência, o suspeito voltou a agredir fisicamente a vítima, chegando a ameaçá-la de morte", acrescenta a autoridade.

Perante os factos, o agressor foi detido e presente a primeiro interrogatório judicial no Tribunal de Penafiel, que determinou como medidas de coação o termo de identidade e residência, a proibição de permanecer, frequentar ou de se aproximar da habitação da vítima, num raio de 300 metros.

O suspeito ficou, ainda, proibido de permanecer, frequentar ou de se aproximar do local de trabalho da vítima.

O tribunal decretou, também, a obrigação de o arguido continuar a sujeitar-se ao tratamento de dependência alcoólica, com o controlo a ser efetuado pela Direção-Geral de Reinserção e Serviços Prisionais (DGRSP).

Penafiel GNR Porto crime lei e justiça crime
Ver comentários