Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Roubos a farmácias, residências e viaturas entre os crimes violentos que subiram em 2020

Também a criminalidade geral registou menos 36.817 queixas às forças e serviços de segurança.
Lusa 31 de Março de 2021 às 14:53
A PSP deslocou-se ao local
A PSP deslocou-se ao local FOTO: Sérgio Lemos
Os roubos a farmácias, residências, edifícios comerciais ou industriais, bombas de gasolina e viaturas, a extorsão e os homicídios são os crimes violentos e graves que mais subiram em 2020, revela o Relatório Anual de Segurança Interna.

O Relatório Anual de Segurança Interna (RASI) de 2020, hoje entregue pelo Governo na Assembleia da República, dá conta que a criminalidade violenta e grave registou uma diminuição de 13,4% no ano passado em relação a 2019, passando das 14.398 participações para as 12.469.

Também a criminalidade geral registou menos 36.817 queixas às forças e serviços de segurança no ano passado em relação a 2019, passando das 335.614 para 298.797, o que corresponde à diminuição de 11%.

crime lei e justiça crime política
Ver comentários