Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Salva mulher do rio após sair do trabalho

Diogo Ramos é nadador-salvador e fez o seu primeiro resgate.
Nelson Rodrigues 25 de Agosto de 2017 às 01:30
Diogo Ramos, de 24 anos, trabalha como nadador-salvador há dois meses
Praia
Praia vigiada
Diogo Ramos, de 24 anos, trabalha como nadador-salvador há dois meses
Praia
Praia vigiada
Diogo Ramos, de 24 anos, trabalha como nadador-salvador há dois meses
Praia
Praia vigiada
Diogo Ramos, de 24 anos, estava no local certo à hora certa. O jovem nadador-salvador dirigia-se de carro para casa, após o trabalho, quando, enquanto esperava numa fila de trânsito, percebeu que alguém tinha caído da ponte da EN13, para o rio Ave, em Vila do Conde. Ao saber que uma mulher estava em apuros, atirou-se de imediato à água.

"Estava com a roupa de nadador-salvador e quando passei pelo agente de trânsito, perguntei se precisavam de ajuda. Ele disse que uma mulher estava na água e eu parei logo para ajudar. Foi uma grande coincidência acontecer quando eu passava", disse ao CM o jovem, que trabalha como nadador-salvador há apenas dois meses na praia da Ladeira, e que fez o primeiro salvamento na água, na tarde de terça-feira.

"Fiz tudo sem qualquer meio de salvamento, mas sempre como me ensinam no curso", assumiu.

Já perto da margem, o jovem foi ajudado por dois militares da GNR, para completar o resgate da mulher de 55 anos. "A vítima estava consciente, mas muito pálida e não falava", contou Diogo.

A mulher foi transportada em hipotermia para o hospital de São João, no Porto.
Diogo Ramos EN13 Vila do Conde Ave São João Ladeira GNR Porto acidentes e desastres questões sociais
Ver comentários