Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
1

Sete mortos nas estradas algarvias em apenas mês e meio

Número de mortos em acidentes de viação disparou desde o início do mês passado.
José Carlos Eusébio e Rui Pando Gomes 19 de Outubro de 2020 às 08:27
Despiste de veículo todo-o-terreno provocou um ferido grave
Atropelamento mortal ocorrido em Aljezur
Colisão frontal na EN125 provocou duas mortes
Despiste de veículo todo-o-terreno provocou um ferido grave
Atropelamento mortal ocorrido em Aljezur
Colisão frontal na EN125 provocou duas mortes
Despiste de veículo todo-o-terreno provocou um ferido grave
Atropelamento mortal ocorrido em Aljezur
Colisão frontal na EN125 provocou duas mortes
O número de mortos em acidentes nas estradas algarvias disparou desde o início do mês passado. Ao que apurou o CM, até ao final de agosto tinham sido registadas 15 vítimas mortais, mas só no último mês e meio foram contabilizadas mais sete, duas das quais registadas na semana passada. Mais de uma centena de pessoas sofreu ferimentos graves, verificando-se mais de um milhar de acidentes na região.

O último acidente grave ocorreu no sábado à noite, na zona do Rasmalho, em Portimão. Um aparatoso despiste de uma viatura todo-o-terreno causou um ferido grave. O homem, de 36 anos, teve de ser desencarcerado pelos Bombeiros de Portimão, sendo depois transportado para o hospital da cidade.

A última morte aconteceu na passada sexta-feira. Uma colisão entre um motociclo e uma viatura ligeira, na EN2, em Poço Branco, Faro, provocou a morte a um homem, de 50 anos. No dia anterior, na A22, na zona de Silves, um outro homem, da mesma idade, também perdeu a vida após ser atropelado por um veículo pesado.

A vítima terá tido uma avaria no carro e estava à espera de assistência. Na semana anterior, em Aljezur, um homem de 88 anos foi atropelado por um carro em Maria Vinagre. No final de setembro, dois homens, de 45 e 44 anos, morreram após colisão frontal entre dois carros, na EN125, na zona das Fontainhas, em Albufeira.

A evolução da sinistralidade tem vindo a agravar-se, depois de nos primeiros seis meses deste ano ter sido registada uma diminuição do número de vítimas e de acidentes.
acidentes e desastres questões sociais acidentes de transporte acidente rodoviário
Ver comentários