Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

Supremo Tribunal de Justiça rejeita recurso de Carlos Cruz e defende que não há dúvidas da sua culpa

Antigo apresentador foi condenado a 6 anos de prisão por alegados abusos sexuais de menores da Casa Pia. Saiu em liberdade condicional em 2016.
Tânia Laranjo 2 de Dezembro de 2021 às 20:42
Carlos Cruz
Carlos Cruz FOTO: Direitos Reservados
Carlos Cruz perdeu o último recurso para o Supremo Tribunal de Justiça.

Pediu a revisão extraordinária da sentença, depois de ter ganho um recurso no Tribunal Europeu nos Direitos do Homem. O supremo diz que não tem razão, não há provas novas, e não há dúvidas da sua culpa.

O tribunal mantém os seis anos de prisão por abusos sexuais de menores, no âmbito do processo conhecido como o caso Casa Pia. É o fim da linha para o ex apresentador de TV que vê a justiça a condená-lo de forma definitiva.

O antigo apresentador cumpriu dois terços da pena na prisão da Carregueira, em Sintra, de onde saiu em condicional em 2016.



Ver comentários