Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
1

Trabalhadores da alfândega do Aeroporto de Lisboa roubam objetos dos 'perdidos e achados'

MP deduziu acusação contra 23 funcionários, imputando-lhes a prática de diversos crimes.
Joana Rita de Almeida 5 de Maio de 2021 às 08:19
Aeroporto de Lisboa
Aeroporto de Lisboa FOTO: Lusa
O Ministério Público (MP) anunciou esta terça-feira que deduziu acusação contra 23 trabalhadores da alfândega do aeroporto de Lisboa, imputando-lhes a prática dos crimes de peculato, falsificação de documento, recetação e detenção de arma proibida.

Os arguidos, entre 2018 e 2020, retiraram roupas, calçado, tabaco, cremes, perfumes, computadores e telemóveis do armazém dos perdidos e achados sem que procedessem a registos ou adulterando-os para benefício próprio.

O MP requereu a proibição do exercício de funções como funcionários públicos para 16 dos arguidos. 



Lisboa Ministério Público crime lei e justiça
Ver comentários