Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

Trabalhadores travam assalto e apanham ladrão em Vila Nova de Gaia

Daniel Santos é suspeito de mais de 100 crimes no Porto e em Aveiro.
Patrícia Lima Leitão 10 de Junho de 2019 às 09:10
Tribunal de Vila Nova de Gaia
GNR
Militar da GNR junto ao carro patrulha
Tribunal de Vila Nova de Gaia
GNR
Militar da GNR junto ao carro patrulha
Tribunal de Vila Nova de Gaia
GNR
Militar da GNR junto ao carro patrulha
Daniel Santos, de 37 anos, conhecido por ‘Crispim’ e indiciado por mais de 100 crimes de furtos de automóveis, combustíveis e abastecimentos com fuga, voltou ao ataque na sexta-feira.

Com o cúmplice Dionísio Ferreira, de 44, que o ajuda nos crimes, tentou furtar combustível do armazém de uma quinta em São Félix da Marinha, Vila Nova de Gaia.

A tentativa de furto aconteceu às 13h00. A dupla tentou fugir, mas Daniel Santos foi travado pelos trabalhadores da quinta que o surpreenderam. Foi retido até à chegada da GNR de Arcozelo e foi depois detido. Vai ser presente a tribunal amanhã.

Já o comparsa, que tentou escapar com um carro roubado, acabou por chocar com a carrinha da empresa na qual seguia um trabalhador, que ficou ferido num braço e teve de receber assistência num centro de saúde.

Ainda tentaram imobilizar o suspeito, mas sem sucesso. Dionísio Ferreira fugiu e está agora a ser procurado pelas autoridades. Não conseguiu levar nada desta vez.

‘Crispim’ tinha sido detido pela última vez há um mês, no dia 3 de maio. Foi apanhado pela GNR, em Esmoriz, Ovar, ao volante de um carro furtado, junto ao Continente. Foi solto, pouco depois, por ordem da procuradora do Tribunal de Ovar.

Provocou grande alarme nas gasolineiras dos distritos do Porto e de Aveiro, uma vez que era habitual abastecer os carros que furtava, fugindo sem pagar.

O combustível roubado dos camiões era depois vendido a um preço muito abaixo do valor de mercado.
Ver comentários