Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
5

Troço do IP3 cortado desde sábado devido a desabamento de terras em Penacova

Desabamento com derrocada de pedras no obrigou ao corte da via.
Correio da Manhã e Lusa 23 de Dezembro de 2019 às 11:39
IP3
IP3 FOTO: CMTV
O IP3 mantém-se cortado esta segunda-feira no distrito de Penacova, Coimbra, devido a um desabamento com derrocada de pedras no passado sábado. A circulação está interrompida entre Viseu e Coimbra.

Ao início da tarde de sábado decorriam no local trabalhos para a remoção da derrocada, estando o trânsito a efetuar-se por estradas alternativas, indicadas no local pelas patrulhas de trânsito da GNR.

A via encontra-se cortada desde sábado e não há previsão para a reabertura da mesma. 

A queda de barreiras no IP3 devido ao mau tempo verificou-se sobretudo entre Espinheira e o nó de Penacova.

Para os automobilistas vindos do sul pela Autoestrada 1 e que se dirigem ao interior da região Centro, aos distritos de Viseu e Guarda, "a melhor alternativa é continuarem" para norte e saírem no nó de Albergaria-a-Velha, no distrito de Aveiro, passando a circular na Autoestrada 25, segundo a mesma fonte.

Os efeitos do mau tempo, que se fazem sentir desde quarta-feira, já provocaram dois mortos e um desaparecido e deixaram 144 pessoas desalojadas e outras 352 deslocadas por precaução, registando-se mais de 11.600 ocorrências, na maioria inundações e quedas de árvores.

O mau tempo, provocado pela depressão Elsa, entre quarta e sexta-feira, a que se juntou no sábado a depressão Fabien, provocou também condicionamentos na circulação rodoviária e ferroviária, bem como danos na rede elétrica, afetando a distribuição de energia a milhares de pessoas, em especial no Centro.

Penacova Coimbra IP3 Mortágua meteorologia
Ver comentários