Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
9

Fábrica de produtos químicos americana emite os mais potentes gases com efeito de estufa

Empresa espera reduzir emissões até final de 2022.
Correio da Manhã 12 de Abril de 2021 às 22:49
poluição, planeta, indústrias
poluição, planeta, indústrias FOTO: CMTV

Uma fábrica de produção de materiais químicos na cidade de Louisville emite dois gases particularmente poluentes para a atmosfera. O volume de gases com efeito de estufa libertado pelas chaminés daquela indústria causa mais danos ao clima do que todos os veículos de passageiros da cidade, segundo um artigo publicado pelo site Inside Climate News, que dava conta de um relatório da Agência de Proteção Ambiental norte-americana (EPA, na sigla original).

Um dos compostos químicos trata-se de um super poluente climático, conhecido por hidrofluorcarbono-23 (HFC-23), que produz 12.400 vezes mais aquecimento do que o dióxido de carbono, o principal responsável pela destruição da camada de ozono que protege o planeta Terra. O outro gás emitido é o hidroclorofluorocarbono -22 (HCFC-22), utilizado na produção de equipamentos de refrigeração, como ar condicionado, por exemplo.

A Chemours Louisville Works está instalada nos Estados Unidos da América, perto do rio Ohio. A empresa revelou, em Março, que planeia a implementação de um projeto para reduzir as emissões, até final de 2022, através da instalação de uma tecnologia para filtrar 99% dos químicos libertados no processo de produção.

Entretanto a Agência de Investigação Ambiental, com sede em Washington e em Londres, pediu à empresa que encerrasse de imediato as suas atividades que provocam as emissões de HFC-23.

Contudo, a diretora da fabricante, Sheryl Telford, revelou em comunicado: "A Chemours opera com o imperativo de ser um fabricante responsável, que inclui nosso compromisso com operações seguras e esforços contínuos para reduzir nossa pegada ambiental."

Ver comentários