Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
1

Guterres diz que furacão Ian é "lembrete brutal" de que nenhum país escapa à crise climática

Secretário-geral das Nações Unidas considera que o caos climático só aumenta, enquanto "a ação climática estagnou".
Lusa 3 de Outubro de 2022 às 17:24
António Guterres
António Guterres FOTO: Reuters
O secretário-geral das Nações Unidas (ONU), António Guterres, disse esta segunda-feira que o furacão Ian, uma das maiores tempestades a atingir os Estados Unidos, é um "lembrete brutal de que nenhum país e economia estão imunes à crise climática".

As declarações de Guterres foram feitas a propósito da reunião de ministros do Ambiente de cerca de 50 países que começa esta segunda-feira em Kinshasa, capital da República Democrática do Congo, para negociações de antecipação da conferência das Nações Unidas sobre Alterações Climáticas (COP27), que se realizará no Egito, de 16 a 18 de novembro.

Na sede das Nações Unidas, em Nova Iorque, António Guterres considerou esta segunda-feira que o caos climático só aumenta, enquanto "a ação climática estagnou".

António Guterres Ian ONU Estados Unidos Nações Unidas meteorologia alterações climáticas ambiente
Ver comentários