Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
7

Trabalhos de limpeza na freguesia açoriana de Mosteiros devido ao mau tempo decorrem até final da semana

Quantidade de detritos que foram arrastados e transbordaram da ribeira é "enorme".
Lusa 27 de Setembro de 2021 às 23:48
Mau tempo nos Açores
Mau tempo nos Açores FOTO: Direitos Reservados / Meteo Trás-os-Montes - Portugal
O secretário do Ambiente e Alterações Climáticas do Governo dos Açores, Alonso Miguel, avançou esta segunda-feira que os trabalhos de limpeza na freguesia de Mosteiros, na sequência do mau tempo, vão decorrer até ao final da semana.

"A limpeza desta zona dos Mosteiros irá decorrer seguramente até ao final da semana, porque a quantidade de detritos que foram arrastados e que transbordaram da ribeira é enorme", avançou à agência Lusa o governante, que esteve hoje na freguesia da ilha de São Miguel.

Alonso Miguel realçou que sete habitações ficaram "completamente inundadas", sendo que a avaliação quanto à necessidade de realojamentos está a ser tratada pelos serviços de ação social da Câmara de Ponta Delgada.

"É um cenário de inundações em algumas habitações, de arrastamento de viaturas, danos materiais, essencialmente. Não há vítimas a registar. Também não há acidentes com pessoas. No fundo, dentro do quadro de receio inicial, não há danos, tirando os materiais", declarou.

O secretário do Ambiente e Alterações Climáticas disse que vai decorrer "todo um trabalho de inventariação de danos" para "encontrar soluções para as pessoas que ficaram prejudicadas".

"É claro que as pessoas têm perdas e estão assustadas com isso. O Governo Regional, em conjunto com a Câmara Municipal, tentará encontrar mecanismos de apoio a estas famílias", salientou.

Segundo disse, as ocorrências registadas na ilha de São Miguel, sobretudo nas freguesias de Mosteiros e Sete Cidades, foram "essencialmente causadas por episódios de precipitação intensa e pelo transbordo de ribeiras".

"No fundo, estamos a falar uma vez mais de uma demonstração clara dos impactos de fenómenos climatéricos extremos, resultantes dos efeitos das alterações climáticas", assinalou.

Alonso Miguel disse ser "importante adaptar a região" a este tipo de fenómenos para "mitigar os efeitos das alterações climáticas".

"Isso faz-se trabalhando preventivamente ao nível da monitorização climatérica, da criação de sistema de alertas, da gestão adequada das bacias hidrográficas e também do correto ordenamento do território. Tudo isso associada à criação de condições de operacionalização", acrescentou.

O mau tempo na ilha de São Miguel, nos Açores, provocou nas últimas horas "vários deslizamentos de terras", ao longo das estradas regionais, em particular nos concelhos de Nordeste e Ponta Delgada.

De acordo com informação divulgada hoje pela Secretaria Regional das Obras Públicas e Comunicações, as "condições atmosféricas muito adversas ocorridas na ilha de São Miguel, nas últimas horas, provocaram vários deslizamentos de terras, ao longo das estradas regionais, em particular nos concelhos de Nordeste e Ponta Delgada".

A Proteção Civil dos Açores registou hoje 24 ocorrências devido à chuva forte na ilha de São Miguel, nomeadamente "inundações de habitações, vias obstruídas e arrastamentos de viaturas", sem registo de danos pessoais.

Ver comentários