Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
1

Vacinados contra a Covid-19 dispensados de cumprir isolamento. Novas regras em vigor hoje

Isolamento para não vacinados passa a ser de 10 dias em vez de 14.
Francisca Genésio, João Saramago, Secundino Cunha e Bernardo Esteves 1 de Outubro de 2021 às 01:30
A carregar o vídeo ...
Vacinados contra a Covid-19 dispensados de cumprir isolamento. Novas regras em vigor hoje
O isolamento para vacinados contra a Covid-19, após um contacto com infetado, vai deixar de existir, mas antes é necessário um teste molecular (PCR) com resultado negativo, de forma a comprovar que não existe qualquer tipo de risco de a pessoa ser um veículo de infeção. A Direção-Geral da Saúde vai estabelecer como critério, porém, que a pessoa em questão já tenha completado o esquema vacinal há mais de duas semanas.

Para os não vacinados, o período de isolamento baixa de 14 para 10 dias. Estas alterações vão ser formalizadas, através de uma atualização da norma da Direção-Geral da Saúde, até amanhã e aplicam-se, também, às crianças. A mudança deve-se ao facto de a meta de 85% da população vacinada ser atingida até domingo (últimos dados revelam 84,3% de cobertura e são referentes a quarta-feira à noite). A elevada cobertura vacinal justifica, não só, a mudança de normas, mas também, a partir desta sexta-feira, o fim das restrições.

De acordo com o último boletim diário da Direção-Geral da Saúde, as crianças até aos 9 anos de idade registaram o maior número de infeções. Nesta faixa etária (sem acesso a vacinas), houve 135 casos de um total de 749 novas infeções. Documento dá ainda conta de sete mortes. Há 366 pessoas internadas, menos 20 do que no dia anterior. Deste total, as 66 estão em Unidades de Cuidados Intensivos. O boletim revela que recuperaram da doença 626 pessoas. Portugal continua na zona verde da matriz. O Rt nacional está em 0,87.

PORMENORES
Portugal no ‘top’ europeu
Só Portugal, Malta e Islândia vacinaram mais de 75% da população total contra a Covid-19, revelou esta quinta-feira o Centro Europeu para Prevenção e Controlo das Doenças, alertando para "risco elevado" de mortes devido à "cobertura vacinal insuficiente" na Europa.

Madeira alivia medidas
O presidente do Governo da Madeira admite aligeirar medidas, mesmo sem atingir 85% na vacinação contra a Covid-19. Miguel Albuquerque refere que a meta está a ser difícil de atingir. A cobertura vacinal está em 81%.
Restaurantes podem subir preços

As restrições nos restaurantes chegam esta sexta-feira ao fim e os empresários avisam que a falta de mão de obra pode fazer subir os preços. "Muita gente que saiu já não volta à restauração e os empresários oferecem salários mais altos e outros benefícios e isso vai repercutir-se no consumidor final", afirmou ao CM Daniel Serra, da associação Pro.var, admitindo que muitos restaurantes vão "manter o número de mesas e lugares".

Esmolas de regresso às missas
Suspenso ao longo de mais de um ano, o ofertório está de regresso às missas, em Portugal. As novas normas, esta quinta-feira publicadas pela Conferência Episcopal Portuguesa abrem a porta também à realização de procissões, festas e romarias, embora estas fiquem sujeitas às "regras previstas pelas autoridades competentes".

O uso de máscara no interior das igrejas, assim como a higienização das mãos, continua a manter-se, tal como a comunhão, que deve continuar a ser ministrada apenas na mão dos fiéis. Já os celebrantes e os leitores poderão retirar a máscara, para que haja melhor entendimento da palavra, mas desde que seja garantida a distância de segurança entre as pessoas. A saudação da paz, que é facultativa, continua suspensa e as pias de água benta, à entrada das igrejas, continuarão vazias.

Entretanto, e já a partir deste fim de semana, pode ser retomada a catequese presencial, com a devida distância, e as paróquias poderão retomar as visitas aos doentes, com a distribuição da comunhão. Nos funerais, deixa de haver limitação de fiéis, mas continua proibida a água benta.
Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus - Mapa da situação em Portugal e no Mundo. - Saiba como colocar e retirar máscara e luvas - Aprenda a fazer a sua máscara em casa - Cuidados a ter quando recebe uma encomenda em casa. - Dúvidas sobre coronavírus respondidas por um médico Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24
Ver comentários