Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
8

24 postos de enfermagem nas praias do Algarve estão fechados

Enfermeiros estão destacados para os centros de vacinação.
Tiago Griff 27 de Julho de 2021 às 09:17
Dos 31 postos de praia que estão distribuídos pelo Algarve - onde os veraneantes podem recorrer para serem assistidos por um enfermeiro - foram apenas abertos sete, devido à falta de profissionais. Os outros 24 postos de enfermagem estão fechados. A Administração Regional de Saúde (ARS) do Algarve, responsável pela gestão destes espaços, reconhece que a prioridade dos enfermeiros são os hospitais, centros de saúde e o processo de vacinação.

“Neste momento, a prioridade da ARS Algarve é garantir a atividade assistencial Covid e não Covid nas unidades de saúde e assegurar o processo de vacinação contra a Covid-19 atualmente em curso nos 11 centros de vacinação da região”, reconhece a ARS Algarve. Até ao momento foram abertos os postos de praia da Fuseta, do Farol, da Armona, de Faro, na Galé, na Rocha Baixinha Nascente e em Quarteira.

Ainda assim, a ARS reconhece que o número de postos possa a vir ser alargado no decorrer do verão, “sempre de acordo com a disponibilidade dos recursos de enfermagem”.

O Sindicato dos Enfermeiros Portugueses já tinha chamado à atenção para o “descontentamento dos exaustos enfermeiros, muitos a trabalhar sem folgar e com turnos de 12 horas”, situação que iria piorar se não fossem contratados mais profissionais.
Ver comentários