Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
4

Aberto ao público novo espaço verde em Lisboa com mais de mil árvores plantadas

Novo parque faz a articulação entre o Jardim da Fundação Calouste Gulbenkian e o corredor verde de Monsanto.
Lusa 13 de Junho de 2021 às 22:18
Gulbenkian has some of the most beautiful gardens in Lisbon
Jardins da Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa
Gulbenkian
Fundação Calouste Gulbenkian
Gulbenkian has some of the most beautiful gardens in Lisbon
Jardins da Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa
Gulbenkian
Fundação Calouste Gulbenkian
Gulbenkian has some of the most beautiful gardens in Lisbon
Jardins da Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa
Gulbenkian
Fundação Calouste Gulbenkian
Com mais de 1000 árvores plantadas e uma área verde com cerca de seis hectares, o Parque Urbano Gonçalo Ribeiro Telles, na Praça de Espanha, em Lisboa, foi hoje aberto ao público.

Este novo parque no centro de Lisboa, que faz a articulação entre o Jardim da Fundação Calouste Gulbenkian e o corredor verde de Monsanto, devolveu "mais natureza e ecologia" a uma zona da cidade que era "tomada pelos automóveis".

O presidente da Câmara Municipal de Lisboa, que inaugurou o espaço em dia de Santo António (feriado municipal) disse aos jornalistas que "este parque é uma grande conquista da cidade", sublinhando que "são seis hectares numa zona tomada pelo automóvel e que foi transformada num dos maiores parques urbanos" de Lisboa.

"Este parque traduz todos os exemplos que Gonçalo Ribeiro Telles ao longo de décadas nos ensinou de como devia e podia ser uma cidade. Uma zona com menos área para a circulação automóvel", frisou Fernando Medina.

Segundo o autarca, trata-se de "uma aérea em harmonia com a natureza e com a ecologia, onde se mostra aquilo que será o percurso normal da água, o conjunto de mais de 1000 árvores plantadas" e onde se utiliza técnicas de sequeiro, além do parque infantil e das zonas de lazer e para práticas desportivas.

Fernando Medina disse ainda que este parque vai desenvolver-se ao longo dos próximos anos com a plantação de novas espécies e o crescimento das árvores.

Ver comentários