Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
9

Açores com menos 14,4% de dormidas em setembro face a 2019

Em comparação com o mesmo mês de 2020, valor mais do que duplicou.
Lusa 25 de Outubro de 2021 às 20:49
Açores
Açores FOTO: iStockPhoto
O Serviço Regional de Estatística dos Açores (SREA) estima que a região tenha registado, em setembro, 279 mil dormidas em alojamentos turísticos, um número que continua abaixo dos valores do mesmo mês de 2019, antes da pandemia de covid-19.

"Segundo o Indicador de Turismo dos Açores as dormidas na hotelaria tradicional, no turismo no espaço rural e no alojamento local, durante o mês de setembro de 2021, terão sido cerca de 279 mil", avançou o SREA, numa publicação divulgada esta segunda-feira na sua página.

Apesar do crescimento face a 2020, os números continuam abaixo dos registados em igual período de 2019, altura em que não tinha sido declarada a pandemia de covid-19.

De acordo com o relatório da atividade turística entre janeiro e setembro de 2020, do SREA, em setembro desse ano, os Açores contabilizavam 325.972 dormidas em alojamentos turísticos.

Os números divulgados esta segunda-feira pelo Indicador de Turismo apontam para uma quebra de 14,4%, face a 2019, ainda assim, menor do que a registada entre agosto de 2019 e agosto de 2021 (23%).

Em comparação com setembro de 2020, as dormidas em alojamentos turísticos nos Açores mais do que duplicaram, à semelhança do que tem acontecido ao longo do ano.

Segundo o relatório da atividade turística entre janeiro e setembro de 2020, do SREA, em setembro de 2020 contabilizaram-se 110.573 dormidas em alojamentos turísticos nos Açores, o que significa que se registou um aumento de 152,32% em 2021.

O Indicador de Turismo, que revela números desde abril de 2021, aponta para uma quebra de mais de 80 mil dormidas, em setembro, em comparação com agosto, o melhor mês do ano, com 359.293 dormidas.

Os números de setembro ficaram, ainda assim, acima dos registados no mês de julho (276.091).

A publicação do SREA destaca ainda o número de passageiros desembarcados nos Açores, provenientes de voos nacionais (do continente português ou da Madeira) e internacionais.

Nos dois casos registou-se uma descida em comparação com o mês de agosto, mas uma subida, em relação a julho.

Olhando para outros dados divulgados pelo SREA, regista-se no número de passageiros desembarcados a mesma tendência das dormidas.

Em setembro deste ano, contabilizaram-se 65.072 passageiros desembarcados de voos nacionais, mais 129,7% do que em 2020 (28.329), mas menos 13,05% do que em 2019 (74.840).

A recuperação é mais acentuada nos passageiros provenientes de voos internacionais, que aumentam 384,35%, face a 2020, passando de 2.172 para 10.520.

Ainda assim, em setembro de 2021 contabilizaram-se menos 41,58% de passageiros desembarcados do que em igual período de 2019 (18.006).

Segundo o SREA, o Indicador de Turismo "tem por objetivo a estimação antecipada do andamento económico do setor do turismo".

"O número total de dormidas em alojamentos turísticos nos Açores é estimado e divulgado cerca de três semanas antes da publicação do destaque das Estatísticas do Turismo", explica.

Ver comentários