Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade

Alertas dados através da urina que não pode ignorar

Tonalidade e espessura da urina pode determinar certo tipo de patologias.
25 de Outubro de 2018 às 15:42
Urina
Urina
Urina
Urina
Urina
Urina
Urina
Urina
Urina
Urina
Urina
Urina

Os especialistas tendem a aconselhar os pacientes a ficarem atentos aos sinais que lhes vão sendo transmitidos pelo corpo.

São inúmeras as doenças possíveis de detetar pela simples atenção que dá às ‘pequenas’ alterações no organismo que pode sofrer quando está doente.

Pela tonalidade da urina – que deverá corresponder a um amarelo claro – poderá perceber se está a fazer algo errado e mudar algum comportamento.

Uma publicação feita pela revista Women’s Health, indica-lhe cinco motivos pelos quais pode não estar com o organismo saudável.

Falta de água
A hidratação – ou a falta dela – pode refletir-se numa urina de cor mais amarelada e concentrada e, por isso, deve rever a quantidade de líquido que ingere. Se é regular na toma de água e nota diferenças na sua urina, pode questionar-se sobre a quantidade de café que bebe em determinado dia, por exemplo.

A bebida com cafeína promove naturalmente a desidratação do corpo, pelo que, para o conseguir manter hidratado, deverá beber mais água (seja através da ingestão do líquido em copos, seja através de alimentos ricos em água). A mesma situação pode acontecer quando consome alimentos mais salgados.

Infeção urinária
Se tiver uma infeção bacteriana ou viral, o primeiro sinal onde poderá ver que algo não está bem é através da urina. Se a bactéria está a afetar a uretra, a bexiga ou os rins, é provável que um dos sintomas seja a alteração no estado da urina – que fica maioritariamente mais opaco, segundo avança a Women’s Health. Nestes casos, deverá consultar um médico especialista.

Infeções sexualmente transmissíveis
Infeções como a gonorreia ou a clamídia, cujo os primeiros sinais passam pelas alterações na urina, podem ajudá-lo a prevenir situações futuras e graves, como lesões na uretra, provocadas por estas doenças sexualmente transmissíveis.

Pedras nos rins
As ‘pedras nos rins’ costumam causar bastantes dores aos pacientes e, a formação de 'cristais' nessa zona, é muitas vezes identificada a partir da urina, o que remete novamente para a importância de estar atento à tonalidade e espessura do líquido urinário que poderá vir acompanhado por sangue. A urina poderá ficar com uma tonalidade mais intensa.

Diabetes
A doença crónica relacionada com os valores de glucose no sangue, também está relacionada com a urina, já que esta se apresenta com uma tonalidade diferente da normal.

urina saúde economia negócios e finanças
Ver comentários