Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
6

Apreendido computador do provedor da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa para apurar gastos

Contratação de coordenadora, irmão e nora criam suspeitas.
João Saramago 24 de Outubro de 2021 às 10:07
PJ efetuou buscas para a recuperação de documentos na Santa Casa de Lisboa
PJ efetuou buscas para a recuperação de documentos na Santa Casa de Lisboa FOTO: Pedro Catarino
A Unidade Nacional de Combate à Corrupção efetuou buscas na provedoria da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa (SCML) e na Escola Superior de Saúde de Alcoitão (ESSA), tutelada pela SCML.

Na ação da Polícia Judiciária, foi apreendido o computador de Edmundo Martinho, provedor da SCML. Na origem das buscas está uma denúncia de alegados gastos excessivos em deslocações apresentadas pela coordenadora na ESSA, Maria da Luz Cabral. A despesa terá atingido cerca de 20 mil euros, revela a revista ‘Sábado’.

Maria da Luz Cabral foi contratada pelo provedor da Santa Casa - com quem mantinha um relacionamento amoroso. À data da contratação, Edmundo Martinho era vice-provedor. As buscas tiveram como objetivo a "recuperação de documentação sobre matérias associadas a contratações". Segundo a ‘Sábado’, depois da contratação de Maria da Luz Cabral, o irmão, Bruno Cabral, foi contratado para o Departamento de Jogos da Santa Casa como técnico superior, no Porto. Também a então nora da coordenadora, Ana Isabel Cabral, foi contratada para trabalhar na Sociedade Apostas Online.
Ver comentários