Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
1

Aulas presenciais regressam sem distância de segurança

Fenprof teme que falta de condições dite um recuo para ensino à distância.
Bernardo Esteves 18 de Abril de 2021 às 01:30
Mais de 300 mil alunos do Ensino Secundário voltam às escolas
Mais de 300 mil alunos do Ensino Secundário voltam às escolas FOTO: Pedro Noel da Luz
A Federação Nacional de Professores (Fenprof) avisou que o regresso esta segunda-feira das aulas presenciais no Ensino Secundário vai ocorrer sem que possa ser garantido em muitas escolas o distanciamento de segurança dentro das salas.

“As condições nas escolas deveriam ter sido reforçadas, principalmente no que respeita ao distanciamento dentro das salas, o que implicaria a redução do número de alunos em muitas turmas”, afirma a Fenprof, que teme que “por insuficiência das medidas de prevenção e segurança sanitária, muitas turmas ou, mesmo, escolas inteiras possam voltar ao regime de ensino remoto”. A reabertura das escolas secundárias quase três meses após o encerramento é o último passo do desconfinamento no ensino, depois de os restantes níveis já terem voltado ao regime presencial.

O ministro da Educação Tiago Brandão Rodrigues garante que as escolas “estão preparadas”, destacando a segurança conferida pela utilização de máscaras, funcionamento em bolhas e higienização de espaços, reforçada pela testagem e vacinação. “São um conjunto de camadas de proteção que nos podem dar confiança.” Com dois meses até ao fim do ano letivo, o desafio é evitar que este regresso faça disparar o contágio da Covid-19.
Ver comentários