Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
9

Câmara da Batalha abre centros de testagem gratuitos nas quatro freguesias

Município vai suportar a contratação de recursos humanos, as instalações e o equipamento para estes centros de testagem.
Lusa 21 de Janeiro de 2022 às 14:17
posto de testagem, covid19, testes,
posto de testagem, covid19, testes, FOTO: Nuno Fernandes Veiga
A Câmara da Batalha vai abrir centros de testagem gratuitos à Covid-19 nas quatro freguesias do concelho, para alargar esta resposta a toda a população residente, anunciou esta sexta-feira aquele município do distrito de Leiria.

Numa nota de imprensa, a autarquia explicou que na vila da Batalha o centro de testagem vai ser instalado no auditório do campo de futebol sintético, na zona desportiva, e vai entrar em funcionamento no dia 29.

Já na freguesia da Golpilheira, o centro de testagem vai ocupar a antiga extensão de saúde, enquanto no Reguengo do Fetal a testagem vai decorrer nas instalações da Casa do Povo.

Em São Mamede, a testagem é no edifício da Junta de Freguesia.

"Com o intuito de aumentar a capacidade de resposta e o número de testes a realizar, o centro de testagem da Batalha funcionará em regime de rotatividade com um dos restantes centros, na seguinte ordem: São Mamede, Reguengo do Fetal e Golpilheira", adiantou o município.

A realização dos testes, dirigidos exclusivamente aos residentes do concelho (cerca de 15.600 habitantes), carece de inscrição prévia obrigatória através da plataforma eletrónica https://www.batalhaonlife.pt/, que começa a aceitar inscrições na próxima semana.

"Atentos à evolução da pandemia e à taxa de incidência dos contágios, entendemos, em estreita articulação com a Saúde Pública do ACES [Agrupamento de Centros de Saúde] Pinhal Litoral, disponibilizar esta resposta à população", afirmou o presidente da Câmara da Batalha, Raul Castro, citado na nota.

À Lusa, Raul Castro explicou que a iniciativa é "um contributo para salvaguardar os interesses da população, de forma a estar prevenida contra a Covid-19".

O autarca expressou ainda preocupação com a evolução da pandemia no concelho e admitiu que "a preocupação maior está centrada nas escolas".

O município vai suportar a contratação de recursos humanos, as instalações e o equipamento para estes centros de testagem, acrescentou.

O horário de funcionamento dos centros é das 09h00 às 12h30 e das 14h00 às 16h00, sempre aos sábados.

De acordo com o boletim da Comissão Distrital de Proteção Civil de Leiria de 14 de janeiro, o concelho da Batalha registava, desde o início da pandemia, em março de 2020, 1.685 casos do novo coronavírus, tendo recuperado da doença 1.506 pessoas.

No mesmo período, morreram 24 pessoas, mantendo-se àquela data 155 casos ativos.

O boletim, enviado diariamente, deixou de ter dados do Pinhal Litoral (Batalha, Leiria, Marinha Grande, Pombal e Porto de Mós) desde o dia 15 e até esta sexta-feira.

O documento enviado esta sexta-feira apresenta apenas o número diário de novos casos de covid-19 que, na Batalha, eram 104 na quarta-feira.

A covid-19 provocou 5.553.124 mortes em todo o mundo desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse.

Em Portugal, desde março de 2020, morreram 19.447 pessoas e foram contabilizados 2.059.595 casos de infeção, segundo a última atualização da Direção-Geral da Saúde.

A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China.

Uma nova variante, a Ómicron, classificada como preocupante e muito contagiosa pela Organização Mundial da Saúde, foi detetada na África Austral e, desde que as autoridades sanitárias sul-africanas deram o alerta em novembro, tornou-se dominante em vários países, incluindo em Portugal.

Ver comentários