Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
4

Câmara de Coimbra transmite programa de fim de ano online

Vários espetáculos envolvem 12 bandas e cinco DJ locais.
Lusa 20 de Dezembro de 2020 às 18:55
Câmara de Coimbra
Câmara de Coimbra FOTO: Direitos Reservados
A Câmara de Coimbra anunciou este domingo que vai transmitir um programa de fim de ano, em formato digital, com vários espetáculos que envolvem 12 bandas e cinco 'disc-jockeys' (DJ) locais.

Em comunicado enviado à agência Lusa, o município explica que o programa desta "edição especial em casa", tem início às 21h30 e conta com a participação de 12 bandas de Coimbra, sendo que a apresentação está a cargo de Catarina Camacho e Herman José.

"O grande objetivo, agora, é incentivar as pessoas a passarem a noite de fim de ano em casa, evitando os aglomerados habituais das celebrações na via pública e respeitando as medidas decretadas pelo Governo", lê-se na nota.

O programa vai ser transmitido nas redes sociais do município de Coimbra e inclui, desde o fado até à música tradicional, popular e de intervenção, passando pelo 'indiepop' e chegando ao 'hip-hop'.

"As gravações já decorrem no Convento São Francisco, mas o fogo de artifício que vai ser lançado de 21 pontos do concelho, pelo menos um em cada junta ou união de freguesias, vai ser transmitido em direto", refere a autarquia.

Com esta iniciativa, o município de Coimbra quer ainda homenagear e apoiar o talento artístico e cultural da cidade, "cujos profissionais têm sido muito afetados" pela evolução da pandemia de covid-19.

À meia-noite do dia 01 de janeiro de 2021 vão ser 21 os pontos de lançamento de fogo de artifício no concelho de Coimbra, pelo menos um em cada junta ou união de freguesias.

Este espetáculo pirotécnico vai ser também transmitido em direto durante a emissão nas redes sociais.

O programa continua depois da meia noite, com a entrada em palco de cinco 'DJ', todos eles também de Coimbra, que prometem animação até cerca das 02:30, percorrendo vários estilos musicais.

A Câmara de Coimbra cancelou toda a programação de Natal, optando por canalizar a verba destinada às festividades, para apoiar as famílias que perderam rendimentos durante a pandemia da covid-19 e o comércio local.

Ver comentários