Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
5

Cardeal-Patriarca de Lisboa pede uma “Páscoa com poucos e afastados”

Só D.Manuel Clemente beijou a Cruz na Sé de Lisboa. Paixão do Senhor lembra vítimas da pandemia de Covid-19.
João Saramago 3 de Abril de 2021 às 09:52
A carregar o vídeo ...
Cardeal-Patriarca de Lisboa pede uma “Páscoa com poucos e afastados”
O Cardeal-Patriarca de Lisboa, D. Manuel Clemente, pediu esta sexta-feira um almoço do Domingo de Páscoa "com poucos, afastados e com pouca gente de fora ou nenhuma". D. Manuel Clemente apelou à adoção das restrições porque a pandemia de Covid-19 é para "levar muito a sério".

As celebrações religiosas da Semana Santa ficam marcadas por um conjunto de restrições. Na Sé de Lisboa, a Celebração da Paixão do Senhor foi disso exemplo, tendo no início os fiéis sido informados que no rito da adoração da Cruz seria omitido o beijo devocional da Cruz. Devoção apenas praticada pelo Cardeal-Patriarca de Lisboa.

Pelo segundo ano consecutivo as manifestações religiosas ficam marcadas pelas medidas sanitárias de combate à Covid-19. No ano passado as celebrações de Sexta-feira Santa não foram realizadas. Já este ano as celebrações foram realizadas mas com sérias limitações. "É muito melhor poder celebrar com alguns , embora não podemos celebrar com todos", disse D. Manuel Clemente.

O Cardeal-Patriarca lembrou as vítimas mortais da Covid-19 e sublinhou o trabalho dos profissionais de saúde no combate à pandemia. "Para que isto seja levado por diante", disse, "são necessários cidadãos responsáveis e solidários".

Igreja mais próxima de "calvários humanos"
O arcebispo de Braga, Jorge Ortiga, disse que "morrer só é muito duro", lembrando as vítimas da Covid-19, e referiu que "a Igreja terá de se colocar bem perto de todos os calvários humanos".

Conjugar o futuro só "com o verbo ajudar"
O bispo do Porto, Manuel Linda, agradeceu ontem "aos cuidadores que se deram aos mais frágeis dos frágeis" e diz que a lição da pandemia devia levar a conjugar o futuro "apenas com o verbo ajudar".

Mensagem de Páscoa no céu em Viseu
O anúncio ‘Cristo ressuscitou, aleluia’, habitualmente levado às casas dos paroquianos durante a visita pascal, será este ano feito pelo ar no território da Diocese de Viseu, durante a tarde de amanhã. A partir das 15h00, duas aeronaves vão puxar uma faixa com a mensagem pascal, para que esta chegue ao maior número de pessoas.
Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus - Mapa da situação em Portugal e no Mundo. - Saiba como colocar e retirar máscara e luvas - Aprenda a fazer a sua máscara em casa - Cuidados a ter quando recebe uma encomenda em casa. - Dúvidas sobre coronavírus respondidas por um médico Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24
Ver comentários