Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
8

Crianças e jovens recebem até 121 euros de subsídio por usarem óculos

Medida é aplicada independentemente do problema de visão. Oculistas estão a ser inundados com pedidos de preenchimento do requerimento.
SÁBADO 27 de Julho de 2019 às 12:23
Óculos
Óculos
óculos ver
Óculos
Óculos
óculos ver
Óculos
Óculos
óculos ver

A medida era pouco conhecida mas uma mensagem colocada a circular nas redes sociais disparou o número de requerimentos para pedir a atribuição de bonificação por deficiência a crianças e jovens que usam óculos. O subsídio, que vai dos 62 aos 121 euros mensais, é atribuído a quem tem menos de 24 anos independentemente do problema de visão.  

Segundo o jornal Público, nos últimos tempos, os oftalmologistas foram inundados de pedidos de preenchimento do requerimento para o referido acréscimo de abono, levando mesmo a Sociedade Portuguesa de Oftalmologia a reagir. Os médicos devem "recusar atestar deficiência, quando tal não se verifique", avisa a SPO.

Também o Instituto de Segurança Social admite que tem vindo a registar "um aumento significativo de requerimentos com esta fundamentação em alguns distritos", situação que leva a que esteja a ser avaliado "internamente o seu enquadramento" e mesmo que a medida seja clarificada através do Conselho Médico.

Além disso, a Segurança Social esclareceu que apesar de o rendimento do agregado familiar não contar para a atribuição do subsídio, como se trata de acréscimo ao abono de família, "apenas" têm acesso os agregados "cujo valor total do património mobiliário [depósitos bancários, ações, certificados de aforro ou outros ativos financeiros]" seja inferior a 104.502 euros. Uma das mensagens colocadas nas redes sociais garantia que "os rendimentos não interferem na atribuição do subsídio!".

Instituto de Segurança Social óculos crianças jovens subsídio saúde médicos oftalmologistas visão
Ver comentários