Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
1

Cristiano Ronaldo demoliu anexos da mansão no Gerês e doou recheio a famílias carenciadas

Craque português consegue assim, com a demolição, evitar ser julgado num processo com 31 arguidos.
Fátima Vilaça 1 de Dezembro de 2021 às 22:53
A carregar o vídeo ...
Cristiano Ronaldo demoliu anexos da mansão no Gerês e doou recheio a famílias carenciadas
Cristiano Ronaldo já começou a demolição dos anexos ilegais da mansão na albufeira da Caniçada, no Gerês. O capitão da Seleção Nacional doou todo o recheio da casa que integrava as construções ilegais a famílias carenciadas da região. Nos próximos dias avança também o desmantelamento do campo de ténis junto à moradia onde CR7 e a família chegaram a passar férias.

A casa do caseiro, onde chegou a viver um primo do avançado do Manchester United, foi a primeira edificação a ser demolida. Seguem-se o anexo que servia de apoio ao campo de ténis e o próprio campo. Todas as construções foram erguidas sem licenciamento e o capitão da Seleção decidiu avançar para a demolição quando foi notificado pela Câmara de Terras de Bouro da ilegalidade dos projetos.

Ao Correio da Manhã, o autarca de Terras de Bouro, Manuel Tibo, referiu que foi uma "decisão voluntária de Cristiano Ronaldo, que devia servir de exemplo a outros proprietários da região". Ronaldo consegue assim, com a demolição, evitar ser julgado num processo com 31 arguidos, acusados por mais de 40 obras de construção ilegal na área protegida da albufeira da Caniçada, no Gerês. A mansão de CR7, no Gerês, foi construída em 2007 por 4 milhões de euros e apesar de ter sido vendida a Pepe, continua registada em nome de Cristiano Ronaldo.
Cristiano Ronaldo Gerês CR7 Caniçada questões sociais turismo construção e obras públicas
Ver comentários